Não somos iguais a ninguém!


.
Mulheres.
Não somos tão complicadas como aparentados ser. É só que na maioria das vezes, a gente sofre tanto por ter amadurecido mais rápido que os homens, que em certas situações somos obrigadas a tomar certas atitudes para não nos machucar mais.
Somos óbvias e sim, somos dependentes daquilo que nos faz bem. Na maioria das vezes, para não dar tão na cara, nos fingimos de duronas, só para não ter que passar uma imagem de grudenta demais.
E somos bem diferentes umas das outras. Não somos como os homens, que depois que se apaixonam se intregam de cabeça. Nós estaremos sempre pisando em ovos, com medo de perder.
Quando vamos a uma festa solteiras, nos arrumamos o máximo que podemos. E não é para vocês, homens. É para mostrar para nós mesmas, bem lá no fundo, que nos bastamos. Que não precisamos de algum motivo ou motivação para ficar bonita e ser feliz.
E nesse caso, dançamos com as amigas como se fosse a última festa, do último dia de vida. É como naquela música "em balada ela dança, uma criança na madrugada".
Mas se a gente se solta demais, pessoas podem nos taxar como piriguete, dada... Meu Deus, não deve-se rotular toda cerveja com mesmo nome. Eu posso passar pra você que sou parecida com outra pessoa mas eu sou bastante diferente.
E se ela vai numa festa de mãos dadas ou usando uma aliança no dedo... ah, pode ter certeza que tudo que ela fizer é pra chamar ainda mais a atenção do cara que está com ela. Só para mostrar o tempo inteiro que ele fez a escolha certa, e que o certo é estar junto dela. E isso vai fazer com que vocês se divirtam a noite inteira.
Nem sempre estamos com paciência para babaquice então parem de querer testar a nossa paciência. Somos muito mais cobradas por certas posturas que os homens. Então pode ser que nessa noite eu esteja sem paciência. Então, não brinque com a sorte.
Quando estamos olhando muito para vocês, homens, é porque realmente podemos estar interessadas em você. Então puxe assunto conosco. Nós não vamos puxar não. Eu em... Folgados! (Mas possa ser que uma mulher puxe, porque somos bastante diferente).
Demoramos para nos apegar. Mas acho que é mil vezes pior para desapegar. Se gostamos de uma pessoa ou de um cara, vamos ficar remoendo esse sentimento , se não for correspondida no caso, durante um bom tempo.
Gostamos de nos sentir seguras.
Mas não nos prenda! Não somos propriedade de ninguém.
Há aquelas que ligam de ter um relacionamento aberto, já há outras que acha que o homem não deve nem olhar para o lado.
Sabemos que para o ciumento o castigo são as roupas curtas.
Para o romântico, o castigo é a indiferença.
A verdade é que não temos manual, e que é um pouco complicado de nos entender. Até porque podemos ser mil e uma. E gostamos é de ser decifrada.
Então, decifra-nos. Só que não existe o manual.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

E pra quem diz que não entende as mulheres...

Menina

Carta ao meu mais novo namorado