Carta dos desastrados à humanidade

Caro planeta Terra e amigos de toda a galáxia, sofro de um sério problema onde já me frustei só por tentar mudar as coisas e fazendo com que as coisas só piorem.
Bom, em primeiro lugar, eu tenho facilidade ao extremo em cair ou esbarrar em alguém. Então, não me coloque em situação em que isso possa acontecer comigo. Parece que eu acho graça, que eu estou fazendo de propósito, mas é a única maneira que encontro para não aceitar a opção de sair correndo, sentar e chorar de tanta vergonha.
Não force situações em que eu me sinta pressionada demais, porque se o MEU sistema nervoso se alterar eu posso acabar derrotando um vestido de festa de alguém. Porque quando me sinto nervosa quero mostrar para o mundo que tudo está bem. Então a primeira coisa que irei fazer é tentar mostrar que estou super a vontade com a situação. E os braços e o corpo ficarão bastante soltos. Então pense bem antes de tomar suco de uva ao meu lado.
Eu sou um pouco alienada então, não me coloque em situações onde eu tenha que te responder coisas rapidamente em uma conversa. Eu preciso processar e pode ser que eu responda algo nada a ver com a conversa.
Eu tropeço fácil, esbarro fácil. Costumo ter roxos e cortes no meu corpo inteiro e nunca lembro aonde foi que esbarriei. Até porque isso acontece constantemente. Meio que já virou rotina.
Então humanidade, tente me entender. Prometo que se fizerem tudo isso, eu não estarei em riscos.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

E pra quem diz que não entende as mulheres...

Menina

Carta ao meu mais novo namorado