C. A. R. E. N. C. I. A

Se você parou pra ler esse texto, com certeza você deve estar no mínimo um pouquinho carente. A gente só procura e tem interesse em assuntos que nos chamam atenção por algum motivo.

Aonde eu quero chegar é que é horrível ficar ou estar carente, que ao meu ver é a necessidade de ter alguém por perto abraçando, beijando e demonstrando amor.
E segundo o google, de maneira resumida, é exatamente isso : necessidade afetiva.
Bom, é ótimo saber que se é amado. Porém, eu vivo repetindo a mesma tecla de que não há necessidade do outro para nós mesmos nos sentimos plenos, seguros... E por muitas vezes não nos sentirmos assim é que nos sintomas tão carentes. E ser ou estar carente não é muito legal.
O mal de se estar carente é:
1- você demonstra a todo o tempo que está carente.
Fica abraçando toda hora, agarrando toda hora. Demonstrações de carinho tem uma vibe super positiva, mas vamos parar e pensar: tem gente que não gosta de muitas demonstrações de afeto. Então você vai ficar conhecida como a melosa do grupo, a grudenta da turma.
E isso não é legal.
Se o chiclete gruda no seu cabelo... Qual a sensação ? Incômodo ? Nervoso ?
Assim também me sinto quando uma pessoa "gruda" em mim.
Tudo tem uma dose certa. Água demais mata a planta,  já dizia o ditado.

2- Todas as demonstrações de educação que são feitas a você, é um passo para a sua imaginação ir além. Faz você enxergar coisas onde não tem.
Vamos supôr que você esteja super carente. Daí você vai à escola e no meio da anotação percebe que a folha do caderno acabou. Daí você pergunta na sala quem pode te dar, ou te emprestar uma folha.
Se um carinha se dispõe a ajudar e te dar uma folha, ao meu ver ele fez o mínimo que foi ter solidariedade com você.
Mas a pessoa carente já vai enxergar isso como um sinais dos deuses que estão conspirando a favor desse "romance" acontecer.
Pera lá, mas que romance ?!

É disso que eu estou falando!
É natural a pessoa carente ter esses certo tipos de atitude.
Ta, mas o que eu devo fazer ?!
Reconhecendo-se carente, ou seja, com a necessidade imensa de se sentir amado, querer demonstrações de carinho, passa a observar todas as suas ações para não deixar uma dessas situações ruins exemplificadas acima.
Eu sei o quanto é bom um abraço, um carinho na hora certa.. Mas entrega pra Deus, ele vai resolver.
Se for um extremo muito grande, procure um profissional. Pode ser que você tenha passado ou está passando por algo que lhe traga a esse estado.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

E pra quem diz que não entende as mulheres...

Menina

Não sei a causa de tamanha falta de consideração com o que sente